JUSTIÇA SUSPENDE DESOCUPAÇÃO DE ÁREA DA COMUNIDADE GUARANI-KAIOWÁ