APARELHOS INTERLIGADOS A SATÉLITES VÃO MONITORAR DESMATAMENTO NA AMAZÔNIA