AGRICULTORES ACOMPANHAM PROJETO INÉDITO DE PLANTIO DE SOJA COM FERTILIZANTES LÍQUIDOS

O Projeto Pioneiros, desenvolvido pela Nutriceler, reuniu um time de experientes agricultores paulistas e paranaenses para pôr à prova a técnica que consiste em utilizar uma combinação de adubos líquidos no sulco do plantio da soja na safra 2014/2015. O sistema, que é largamente utilizado por agricultores nos Estados Unidos, chegou ao Brasil há poucos anos, já foi utilizado nas lavouras de cana-de-açúcar e rendeu bons resultados.
A tecnologia dos fertilizantes,  a praticidade da operação e a economia de tempo e mão-de-obra foram algumas das condições que convenceram o agricultor Nelson Schreiner a ser oprimeiro sojicultor a participar da iniciativa durante a safra 2013/2014. Nelson abriu as porteiras das Estâncias Primavera, São Carlos e Suruti, em Itapeva (SP), para realizar o tratamento em cerca de 1.000 hectares de soja.
Enquanto milhares de sojicultores brasileiros calculavam o tamanho do prejuízo causado pela seca que abateu a safra, sr. Nelson Schreiner comemorava os resultados. A produtividade obtida foi de 12% maior do que a média regional. A boa marca foi atribuída à nova técnica nutricional, adotada em 100% das áreas cultivadas com a oleaginosa, sem o auxílio de irrigação eacreditando na técnica que deixa de lado o manejo costumeiro e insere os adubos líquidos já no sulco de plantio. Devido às altas temperaturas, muitos produtores chegaram a perder toda a lavoura.
“Se não fosse o período crítico de seca, que durou mais de 20 dias na região, a produtividade poderia ter sido recorde”, diz Nelson. Os resultados obtidos nas propriedades de Nelson, foram o fator determinante para que o sistema inovador fosse bem aceito por outros produtores. Para a safra 2014/2015, sr. Nelson continua com o tratamento em 100% da área plantada.


FONTE: Agrolink