PETROBRÁS VAI ABRIR NOVA CONCORRÊNCIA PARA UNIDADE DE FERTILIZANTES NITROGENADOS DE UBERABA


O gerente e responsável pelo projeto da Unidade de Fertilizantes Nitrogenados – UFN V de Uberaba, Marcelo Murta, informou ao prefeito Anderson Adauto na quinta-feira (dia 1º), durante audiência na cidade do Rio de Janeiro, que a Petrobras não logrou êxito na concorrência das obras físicas, em função dos preços apresentados pelas construtoras estarem acima do previsto, mesmo após a reabertura das negociações.
Em função disso, anunciou que uma nova concorrência será aberta num prazo de 60 dias, após revisão do projeto original para redução de custos.
Anderson afirmou que, mesmo ficando claro que a planta de amônia de Uberaba é prioridade na estatal, enviará correspondência a presidenta Dilma Rousseff e a presidente da Petrobras, Maria das Graças Foster. Vai reafirmar a confiança de Uberaba na implantação do projeto, por ser estratégico para o país, mas observará que já se passou um ano e a previsão é que a Unidade de Fertilizantes Nitrogenados entre em operação em setembro de 2015.
“A Petrobras reinterou o interesse pela unidade de Uberaba, mas fico extremamente preocupado com os prazos. Por isso, levarei essa preocupação à presidenta Dilma, que no lançamento do projeto em Uberaba estabeleceu o ano de 2015 para a inauguração e, como sei que ela leva muito a sério datas, lhe darei ciência sobre os novos fatos”, ressaltou o prefeito.
A planta de amônia de Uberaba terá capacidade de produção de 519 mil toneladas por ano de amônia e irá consumir 1.257 mil m³/dia de gás natural. O investimento inicial era de R$ 2 bilhões, porém foi reduzido para R$ 1,7 bilhão. Durante a fase de implantação do empreendimento serão gerados 4.700 postos de trabalho diretos e indiretos, e 270 postos de trabalho durante a fase de operação.

FONTE: Prefeitura Municipal de Uberaba